18.4.05

Quanto Maior a Conquista, Maior o Risco

"Melhor dois do que um....Pois se um deles cair, o outro pode levantar seu associado. Mas como será com apenas aquele um que cai, não havendo outro para levantá-lo? Ademais, se dois se deitarem juntos, então certamente se aquecerão; mas como pode apenas um manter-se aquecido?..."
Como é bom ter alguém do seu lado para compartilhar alegrias, emoções, desesperos, neuras, vontades, piadas, risadas e por que não tristezas. Como é bom saber que a pessoa que amamos está ali quando mais precisamos, com aquela mão perfumada pronta a nos ajudar a se levantar das quedas que a vida proporciona.
Como é bom quando você passa por momentos difíceis saber que, com um simples pensamento pode-se transportar para a praia, para o sol, para o mar, para os braços de quem se ama e para o pronto socorro municipal.
Não adianta dizer que não, pois todo mundo procura alguém. Todo mundo quer exatamente isso!
Alguém com quem poderá dividir as suas coisas, suas emoções, seu banho e a sua cama.
Mas a vida sempre dá um jeito de arrumar isso para nós. Mas nem todo mundo consegue enxergar isso, e muitas vezes tomamos decisões erradas e deixamos o amor da nossa vida passar.
Procuramos o longe quando a solução está no perto.
Procura-se o princípe quando a felicidade está no sapo.
Procura-se a miss quando o verdadeiro amor está no simples.
Por isso pense. Reavalie seus conceitos e arrisque. As maiores conquistas envolvem os maiores riscos! Se você não arrisca, parabéns! Nunca vai conseguir saber se será ou não feliz.

2 comentários:

  1. Michael12:29 AM

    E aí Jr, sábias palavras, e senti que isso serviu um pouco pra mim também. Valeu, vou começar a pensar de forma diferente ainda do que penso, sei que ando meio confuso por causa de algumas coisas que você sabe muito bem. Mas vamos lá, sempre em frente.

    ResponderExcluir
  2. A ILHA
    A Ilha virou continente e o ser que a habitava não pode suportar o seu tamanho...
    O tamanho de sua vontade, de seus desejos, de seus riscos...
    O ser não teve coragem de explorar o continente e preferiu se atirar ao mar,
    arriscou uma saída e não arriscou uma estadia...
    Já a muito tempo estava superficialmente na Ilha...
    Já não colhia de seus frutos pra comer...
    Não compartilhava de suas paisagens...
    Apesar de ter ficado muito tempo nesta Ilha,
    não chegou a conhecê-la por completo.
    Quem sabe, como diz Saramago, precisa
    "sair da ilha para conhecer a ilha"!
    Hoje, depois de dar constantes braçadas no mar, está na praia...
    Que saiba amar a praia com todas as suas imperfeições,
    que saiba compreender a praia e apreciar suas paisagens,
    que não pise na areia sentindo incomodo,
    mas que conheça cada grãozinho como se fosse um sonho seu...
    A Ilha continua lá, esperando um conquistador que tenha coragem de explorá-la!!!

    ResponderExcluir